Hipnose sem tabu!
2 de novembro de 2014
Reprogramação mental para que?
1 de agosto de 2015
Exibir tudo

Toda Terapia Demora Muito?

Image by cvpericias from Pixabay

Por acreditar que toda terapia demora a apresentar resultados muita gente acaba adiando uma melhora significativa em suas vidas.

Aliás, talvez seja senso comum mas o fato é que quando pensamos “terapia” logo associamos a tratamentos longos. Não é uma mentira mas também não é regra.

Por exemplo, alguns tratamentos psicológicos são mais “analíticos” como a psicanálise freudiana ou junguiana. Visto que buscam um conhecimento psíquico mais profundo estes demandam mais tempo.

Porém, existem outras  linhas teóricas que possuem outros objetivos e que oferecem modalidades de duração um pouco mais curta.

Independentemente da modalidade, o que importa é que toda terapia visa melhoria da estrutura psíquica e passar pelo processo é muito bom!

Conheça a modalidade “Breve”

A Terapia Breve é mais “pedagógica” e focada nos problemas trazidos pelo paciente. Ou seja, tem um ponto de partida e um ponto de chegada, e traça um plano a ser percorrido estrategicamente e por isso consegue estimar um tempo de percurso.

Portanto, o primeiro objetivo é ajudar o paciente a enxergar as circunstancias atuais da sua vida sob novas perspectivas, ampliando o contexto em que o “problema” está inserido.

O passo seguinte é, com o uso do recursos internos e pessoais do paciente, compreender e mudar alguns padrões de comportamento/relacionamento e desenvolver soluções práticas para enfrentar dificuldades e se sentir mais satisfeito com sua vida.

E como é?

A Terapia Breve é uma modalidade de intervenção terapêutica vista como “focada em soluções”, já que está mais voltada para os fatos atuais e no futuro (no que pode ser feito) do que na origem dos problemas, no passado.

Como características principais estão:

  • foco específico;
  • tempo de tratamento mais curto e geralmente com número de sessões pré-programadas (em até 20  sessões geralmente); e
  • atuação ativa tanto do terapeuta (que interroga, explora, confronta e esclarece) como do paciente (que inclusive realizará tarefas fora da sessão).

Não há apenas um caminho para se chegar à solução. Por isso, há uma variedade de abordagens terapêuticas disponíveis e que podem ser usadas sozinhas ou combinadas.

Eu utilizo técnicas de intervenção estratégicas como a Psicologia Positiva, Terapia Cognitivo Comportamental,  Reprogramação Mental, Hipnoterapia Ericksoniana, Regressão de Memórias.

Terapia Super Breve existe?

Sim. Quando o processo terapêutico se dá exclusivamente com técnicas de Hipnose e PNL ele é considerado uma Terapia Super Breve pois a queixa é trabalhada em até 10 sessões.

Resumindo, nem toda terapia “demora muito”. O que pode definir a modalidade, e portanto o tempo do tratamento, deste “caminho” é a entrevista inicial . Os passos seguintes são alinhados conforme os resultados e os objetivos vão sendo alcançados.

Vamos iniciar uma jornada e trilhar um caminho de transformação pessoal surpreendente?

Entre em contato comigo! Clique aqui e venha me conhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *