Perguntas frequentes

Ficou alguma dúvida ?

Acredito que todo esclarecimento gera mais conhecimento e isso enriquece a alma!! Portanto, coloco aqui as perguntas mais frequentes. Se ainda restou alguma dúvida, por gentileza, entre em contato comigo para que eu possa lhe fornecer mais informações. E se você permitir, vou acrescentar sua pergunta aqui e compartilhá-la com outras pessoas. Como dizem: compartilhar conhecimento é semear sabedoria...
1O que é a Hipnose?
Para muitos é um tabu ou uma técnica que leva uma pessoa a subitamente ficar “como se estivesse dormindo” e obedecendo ordens. Essa ideia se propagou porque vários hipnólogos, em shows e apresentações de Hipnose de Palco, usam a palavra “durma” seguida de uma sugestão direta e o voluntário reproduz o que lhe é sugerido. Apesar de ser um entretenimento, o show ilustra o poder da nossa mente - mas só isso. De fato o termo hipnose origina-se na palavra grega Hypnus que significa “sono”. Mas a definição mais acertada é a de “estado alterado de consciência” pois a pessoa está muito concentrada, mas é um estado muito natural. Vamos alguns exemplos: 1. quando está assistindo algum programa de TV que está muito interessante é comum não ouvir as crianças te chamando, ou o telefone tocar; 2. quando você está dirigindo e está com alguma tarefa importante na cabeça, de repente se vê no local de destino e nem sabe como chegou; 3. as vezes você está recordando algo lá da sua infância, como o bolo da vovó, e de repente parece que sente até o cheiro do bolo saindo do forno...
2O que é Hipnose Clínica ou Hipnoterapia?
É um processo que utiliza a hipnose como ferramenta terapêutica desviar a atenção da sua mente crítica (que compara informação nova com aquela que está armazenada no subconsciente) para tornar possível acessar o conteúdo da mente subconsciente (onde estão nossas crenças e hábitos) e promover mudanças significativas em nossas vidas. Em outras palavras, você acessa informações que você nem sabia que sabia e ao ficar consciente delas você pode pensar em soluções, alternativas e transformar sua vida positivamente. Outro benefício é o de aprender a fazer auto-hipnose e permitir que paz e tranquilidade invadam seu dia.
3Por que utilizar a Hipnose em terapia?
A Hipnose é uma técnica associada a varias abordagens psicoterápicas, como a Psicoterapia Breve, Psicoterapia Humanista Estratégica, Psicoterapia Cognitivo-Comportamental entre outras. Na psicoterapia, a hipnose utiliza o estado de relaxamento profundo e extremo foco atencional para atingir mudanças na percepção e na memória. Este estado hipnótico, facilita a introspecção pessoal, permite a exploração de pensamentos negativos dolorosos, sentimentos e lembranças profundas, aguçando os sentidos, potencializando a reestruturação psíquica. Ao mesmo tempo, a comunicação terapeuta-paciente, permeada pela confiança e objetivos bem definidos, ensina o paciente a ser seu próprio terapeuta fora da clinica, enfraquecendo esquemas mentais disfuncionais e fortalecendo os esquemas adaptativos melhorando sua qualidade de vida.
4O que acontece durante o processo terapêutico com hipnose?
Na sua primeira visita você será questionado sobre seu histórico médico e sobre o incômodo que você quer tratar. Ainda na primeira sessão você já conhecerá uma técnica de relaxamento que poderá usar em casa. Nas sessões seguintes, você será direcionado, através de um estado de relaxamento, a uma série de imagens e visualizações, previamente escolhidas especificadamente para o mudar o comportamento ou aliviar o sintoma que o levou ao terapeuta. Ao final da sessão, você irá conversar sobre o que visualizou, o que sentiu e sobre possíveis aprendizados. Em algumas sessões você também aprenderá técnicas de auto-hipnose que você poderá fazer em casa para reforçar o que aprendeu durante a sessão e promover bem estar sempre que quiser.
5Qual é a história da Hipnose Clínica?
Conhecemos várias histórias contendo transe hipnóticos sendo em rituais e cerimonias religiosas. Mas a hipnose que conhecemos hoje aparece pela primeira vez sendo usada pelo médico austríaco Franz Anton Mesmer no século XVIII. No século seguinte, o médico James Braid realizou várias intervenções cirúrgicas usando a hipnose para produzir efeito anestésico. Ainda no século XIX, Charcot, Breuer e Freud começaram a utilizar a hipnose no tratamento de Histeria. No século XX, a hipnose foi utilizada em larga escala para o tratamento pós traumático em soldados e sobreviventes. Além disso, a hipnoterapia ganhou popularidade com os trabalhos realizados pelo psiquiatra Milton H. Erickson e em 1958 foi reconhecida pela Associação Médica Americana como procedimento válido. Desde então os avanços da tecnologia vem demonstrando e comprovando a eficácia da técnica mundialmente. No Brasil, o Conselho Federal de Psicologia em 20/12/ 2000 regulamentou o uso da Hipnose como recurso auxiliar no tratamento psicológico.
6Em que se baseia a Hipnose Ericksoniana?
Inspirada pelas técnicas desenvolvidas no século XX por Milton Erickson, médico psiquiatra e psicoterapeuta, a Hipnose Ericksoniana tem como objetivo fazer com que o paciente tenha a disposição os seus próprios recursos internos potenciais para a autoajuda. Esta abordagem, baseada na comunicação e métodos naturalistas, não precisa necessariamente de rituais de indução (uso do pêndulo, etc) da Hipnose Clássica. Algumas premissas desta linha de trabalho são: * A terapia é única, ou seja, construída para as necessidades específicas do paciente. É intransferível pois utiliza a natureza do sujeito. * Há uma mente inconsciente que pode ser acessada e mobilizada para produzir uma alivio psicológico, liberando material recalcado, fazendo mudanças importantes para a resolução de problemas e gerando bem estar. * A hipnose acalma o cérebro, irriga a imaginação , possibilita o descobrimento de novos caminhos neuronais e novos aprendizados. * Cada pessoa tem habilidades e recursos internos, e por isso, o terapeuta não deve acrescentar nada ao paciente. O transe fragmenta os conjuntos rígidos e por isso possibilita o acesso a estes recursos e a consequente reestruturação e reorganização dos auto-sistemas. * A linguagem do inconsciente, para Erickson, é a da imaginação por isso são utilizadas histórias ou anedotas terapêuticas, trava-línguas ou jogos de palavras. Seriam como mensagens codificadas, que muitas vezes nem são compreendidas pela mente, mas que penetram no inconsciente e promovem alterações. * Embora a mente consciente e a mente inconsciente sejam complementares, é a mente inconsciente que é sábia e gerativa. Os processos inconscientes são inteligentes, organizados e criativos. O inconsciente pode operar independentemente dos processos conscientes (processos dissociativos) e é capaz de fazer mudanças transformacionais. Hoje sabemos que 95% das nossas ações são inconscientes.
7Gostaria de entender melhor como a terapia com hipnose funciona?
Quando alguma coisa acontece com a gente, a experiência é aprendida e associamos um comportamento específico em resposta a este estímulo. Então, toda vez que algo parecido acontece, essas reações físicas e e emocionais gravadas em nossa memórias se repetem “automaticamente” ou involuntariamente. Porém, as vezes, estas reações não são saudáveis ou benéficas para a pessoa… Durante a hipnoterapia, o terapeuta treinado pode guiar o pacientes a se lembrar do evento que gerou a primeira reação, separando a lembrança (sua história) do comportamento prejudicial para então substitui-lo por novos comportamentos. Durante a hipnose, seu corpo relaxa e seus pensamentos ficam mais focados porque sua pressão sanguínea e batimentos cardíacos baixam e alteram a atividade das ondas cerebrais. Ou seja, durante este momento de relaxamento, você se sentirá tranquilo mas ao mesmo tempo bem acordado mentalmente, e possivelmente mais responsivo a sugestões . Sua mente consciente fica menos alerta e sua mente insconsciente fica mais focada. Então resumidamente, quando a pessoa está hipnotizada, ela pode ficar: • mais relaxada fisicamente e mais focada no seu mundo interno, dentro de si mesma • envolvida por imagens, lembranças e sensações e talvez mais emotiva. Do ponto de vista neurofisiológico, com o relaxamento, dependendo da área que estiver mais "calma" e mais lenta, percebe-se que: • se for a parte frontal do cortex, a pessoa fica mais relaxada • se for a parte do sistema límbico, ficará mais emotiva ou terá mais acesso a recordações e fatos antigos • se for a parte occipital do cortex, a pessoa ficará mais visual, podendo ter mais imagens. No transe hipnótico a pessoa pode ficar: • acordado e prestando atenção; • acordado e mais voltado pra si e suas emoções; • acordado e tendo recordações vividas • acordado e visualizando imagens ou projetando o futuro. • acordado e mais relaxado (pode até adormecer de tão relaxado!) A sessão ocorre da seguinte maneira: inicia com técnicas específicas para identificação e re-enquadramento do problema, em seguida, é promovido o estado de relaxamento (envolvido pelas palavras e imagens apresentadas pelo terapeuta), o problema é então dissociado e ressignificado, depois disso, o paciente retorna para o estado normal de consciência e, por fim, a sessão é encerrada com uma reflexão.
8Que problemas costumam responder bem ao tratamento com hipnose?
A hipnose pode ser utilizada como técnica coadjuvante em várias condições de desconforto físico ou psicológico. Por exemplo: insônia, stress, ansiedade, depressão, fobias (medos como o de dirigir, altura, avião, etc) e vícios (cigarro, drogas, etc). No que se refere ao desconforto físico, pode gerar bons resultados em casos de enxaqueca, asma, fibromialgia, distúrbios na pele ou alimentares, alívio de dores, gastrite e ulcera, síndrome do intestino irritado, náusea ou indigestão frequentes. Avanços na tecnologia tem possibilitado vários estudos e alguns sugerem que a Hipnose pode aumentar o o funcionamento do sistema imunológico, e aumentar a capacidade de auto-controle para diminuir stress, aliviar dores e crises de ansiedade. A hipnoterapia pode reduzir crises relacionadas a fobias e ansiedade, até mesmo para aquelas pessoas que estão prestes a passar por algum procedimento cirúrgico. Algumas pessoas percebem uma diminuição das dores ou desconforto durante o período pós-operatório possibilitando uma redução na ingestão de remédios. Algumas mulheres relatam que a experiência do parto é bastante satisfazia quando utilizam técnicas de auto-hipnose ou são acompanhadas por um profissional que sabe usar as técnicas durante o pre-natal ou mesmo momento do parto. De um modo geral estudos mostram que a hipnose pode promover bem estar mental e físico antes ou durante o processo de recuperação. No Brasil, não só o Conselho Regional de Psicologia, mas também o de Odontologia, Medicina e Fisioterapia entendem que é uma técnica auxiliar que pode ser muito eficaz. Como exemplo, alguns dentistas podem substituir a anestesia com o uso da hipnose e fisioterapeutas também podem usa-la para diminuir dores crônicas durante exercícios físicos.
9Quantas sessões são necessárias ?
Cada sessão dura cerca de 1 hora e 30 minutos e a maioria das pessoas começam a perceber resultados dentro de 5 a 10 sessões. Como há sempre um alvo específico sendo trabalhado, você e o terapeuta conseguem monitorar os resultados e alinhar o tratamento ao longo do processo.
10Quais são os riscos associados à hipnose?
O principal medo das pessoas é o de não acordar. Isso é decorrente do mito de que a pessoa ficará dormindo. Isso não acontece. Lembre-se que o terapeuta é apenas um facilitador, que conduz o paciente a um estado super concentrado para o acesso ao subconsciente. Assim como o terapeuta sugeriu o estado de relaxamento, irá sugerir que retorne ao estado normal se sentindo muito bem e revigorado. Além disso, o paciente está no controle o tempo todo e pode sair do transe hipnótico quando quiser. Aliás, se não quiser, o transe nem começa. Há também o mito de que será induzido a fazer coisas que não quer fazer . Isso é impossível pois você está consciente, não fará nada sem consentimento. Outro mito é de que você irá revelar segredos de família. Não, não irá falar nada que não quiser falar, você está no controle. A hipnose não gera dependência, ao contrário. O hipnoterapeuta lhe ensinará técnicas de auto-hipnose para que você tenha autonomia suficiente para utiliza-las quando quiser. Antes de começar qualquer tratamento com hipnose você deve se certificar de que o profissional possui uma formação séria. Este profissional não poderá prescrever remédios a não ser que possua formação médica.
11Como o CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA vê a Hipnose?
Segundo a RESOLUÇÃO CFP N.º 013/2000 | RESOLUÇÃO CFP Nº 023/2007 o Conselho Federal da Psicologia aprova e regulamenta o uso da Hipnose como recurso auxiliar de trabalho do Psicólogo. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais, que lhe são conferidas pela Lei nº 5.766, de 20 de dezembro de 1971 e; CONSIDERANDO o valor histórico da utilização da Hipnose como técnica de recurso auxiliar no trabalho do psicólogo e; CONSIDERANDO as possibilidades técnicas do ponto de vista terapêutico como recurso coadjuvante e; CONSIDERANDO o avanço da Hipnose, a exemplo da Escola Ericksoniana no campo psicológico, de aplicação prática e de valor científico e; CONSIDERANDO que a Hipnose é reconhecida na área de saúde, como um recurso técnico capaz de contribuir nas resoluções de problemas físicos e psicológicos e; CONSIDERANDO ser a Hipnose reconhecida pela Comunidade Científica Internacional e Nacional como campo de formação e prática de psicólogos, RESOLVE: Art. 1º - O uso da Hipnose inclui-se como recurso auxiliar de trabalho do psicólogo, quando se fizer necessário, dentro dos padrões éticos, garantidos a segurança e o bem estar da pessoa atendida; Art. 2º - O psicólogo poderá recorrer a Hipnose, dentro do seu campo de atuação, desde que possa comprovar capacitação adequada, de acordo com o disposto na alínea "a" do artigo 1º do Código de Ética Profissional do Psicólogo. Art. 3º - É vedado ao psicólogo a utilização da Hipnose como instrumento de mera demonstração fútil ou de caráter sensacionalista ou que crie situações constrangedoras às pessoas que estão se submetendo ao processo hipnótico. Art. 4° - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Art. 5° - Revogam-se as disposições em contrário.
12Quais são os riscos associados à regressão?
Como a Regressão visa uma cura "emocional" libertando a energia que está reprimida por traumas passados. Por este motivo, o processo demanda cuidado especial para com hipertensos, gestantes, pacientes com histórico de cardiopatias, entre outros casos em que o impacto gerado pelas "emoções" possa ser prejudicial. O tratamento com regressão só terá início após o diagnóstico e a concordância dos outros profissionais que tratam estes pacientes.
13Qual a diferença entre Regressão Transgenerativa e a Psicoterapia Reencarnacionista?
A Regressão Transgenerativa, que não está associada a nenhuma religião, tem como objetivo dissolver a energia das dores emocionais associadas a traumas. Já a Psicoterapia Reencarnacionista, baseada no conceito de vida eterna em que todo indivíduo é um Espírito encarnado, tem como objetivo a busca de evolução e purificação.
14Existe a possibilidade de eu não voltar de uma regressão?
Não. Você estará consciente e bem presente, não terá ido a lugar algum. A regressão se faz uma relembrança do fato ocorrido no passado -e que está atrapalhando de alguma forma a sua vida atual, gerando sofrimento e dificuldades. Ao relembrar, conscientemente, você poderá avaliar e julgar melhor o que aconteceu e esta exploração da memória (real ou imaginária) é a ferramenta de que precisamos para nos libertar do trauma e seguir a diante com as nossas vidas.
15Hipnose e Regressão substituem tratamento médico?
Não. São abordagens complementares e que auxiliam o processo de cura e melhoram a qualidade de vida de seus pacientes. Os tratamento médico dá atenção ao seu corpo, ao funcionamento dos seus órgãos vitais. Já terapia, Hipnose e Regressão estão voltadas para o seu Eu interior, sua alma, seus pensamentos e sentimentos.
16Qual a diferença entre consciente, inconsciente e subconsciente?
São três partes da sua mente e cada uma tem seu papel. A mente CONSCIENTE é a parte da sua mente que você está usando para se concentrar agora é realmente boa em resolver problemas e usa suas experiências para analisar uma situação e apresentar uma resposta mas tem capacidade de armazenamento limitada - por isso é difícil lembrar de realizar tudo o que precisa fazer e você muitas vezes falha porque a mente consciente só pode conter algumas informações no momento. A mente INCONSCIENTE é denominada pelos profissionais de medicina como sistema nervoso autônomo, é a parte da mente responsável pela batida do coração respiração rubor piscar salivação fluxo sanguíneo que é bom porque você não precisa conscientemente pensar em fazer essas coisas o tempo todo. A mente SUBCONSCIENTE , a principal área de trabalho para a hipnose, é responsável por armazenar todas as suas memórias, emoções das memórias, hábitos e comportamentos e crenças. A capacidade de armazenamento é incrível, é ilimitada. Com sua experiência de vida que você desenvolve uma certa maneira consistente de ser, falar, agir, pensar, reagir às pessoas, coisas e circunstâncias. Essa maneira de ser compõe quem você é. Todas essas crenças e hábitos constituem sua personalidade. A mente subconsciente então começa a fazer algo muito interessante, ele começa a resistir à mudança. Essa resistência é muito boa porque você terá uma personalidade particular e você se comportará consistentemente. A má notícia é quando você realmente quer fazer mudanças, é realmente difícil. Se você quer fazer mudanças, você terá que ter muitas experiências consistentes, que podem demorar muito tempo OU você pode usar a hipnose para mudanças imediatas .
17O que é o fator crítico?
O fator crítico é um mecanismo de comparação e tem um significado muito importante para a hipnose. À medida que a informação chega à sua mente consciente através dos sentidos, essa informação deve passar pelo fator crítico antes que ela possa se tornar uma crença ou possa ser arquivada no Catálogo de informações (base de dados) da mente subconsciente.O fator crítico é a razão pela qual é difícil para você mudar as crenças limitantes por conta própria. Quando essa nova informação que você tenta reter chega, o Fator crítico compara isso com o que já está na mente subconsciente, se combina com o que já existe, especialmente na área de crenças e hábitos entra instantaneamente, reforça o que já está lá e aquelas crenças ficam ainda mais fortes na sua vida. Mas se algum novo bit de informação entrar e não coincide com o que está lá, ele simplesmente vai para uma pequena pasta lateral intitulada "as coisas que você sabe sobre isso não o afetam". A Hipnose permite ignorar esse mecanismo de comparação do fator crítico. Isso possibilita que esta nova e melhor informação vá diretamente para a mente subconsciente, então essas novas idéias podem alterar o seu pensamento de forma positiva e você poderá ser mais feliz.
18Qual a diferença entre memória de curto prazo e longo prazo e memória operacional?
A Memória de Curto Prazo recebe as informações codificadas pelos mecanismos de reconhecimento de padrões da memória sensorial-motora (através dos nossos sentidos, nos dando a sensação do momento presente) e retém estas informações por alguns segundos, talvez alguns minutos, para que estas sejam utilizadas, descartadas ou mesmo organizadas para serem armazenadas. A Memória de Longo Prazo recebe as informações da Memória de Curto Prazo e as armazena caso tenham sido marcantes ou "classificadas" como essenciais por algum motivo. A Memória de Longo Prazo possui capacidade ilimitada de armazenamento e as informações ficam nela armazenadas por tempo também ilimitado. Já a memória operacional, é a memória que evocamos para realizar atividades do dia a dia. A informação relacionada à ela pode ter sido recém apreendida do ambiente ou ser evocada de registros mais antigos, ou seja, ela pode trabalhar com informações da memória de curto ou longo prazo.
19O que é neuroplasticidade ou plasticidade cerebral?
A neuroplasticidade refere-se à capacidade que o sistema nervoso central possui de modificar algumas das suas propriedades morfológicas e funcionais em resposta às alterações do ambiente promovendo reconexão de circuitos ou criação de novas conexões sinápticas. Em outras palavras, é a habilidade do cérebro para se recuperar e se reestruturar. Treinamentos cognitivos parecem ideais para induzir a plasticidade cerebral. Proporcionam a prática sistemática necessária para estabelecer novos circuitos neurais e para o fortalecimento das conexões sinápticas entre os neurônios do circuito possibilitando melhora na performance.
20Quem é o fundador da terapia Barras de Access?
Esta ferramenta energética de expansão da consciência foi criada em 1990 pelo norte-americano Gary Douglas, fundador do Access Consciousness. Hoje, a técnica está presente em 173 países e tem sido utilizada por mais de 30 mil pessoas nos últimos 25 anos. Há quatro anos, chegou por aqui e tem sido cada vez mais falada nas redes sociais brasileiras.
21O que este slogan da Barra de Access significa?
O slogan de Access Consciousness diz: “Empoderando as pessoas a saberem o que já sabem”. Desta forma, eles desenvolveram dezenas de processos verbais e corporais para permitir o acesso à consciência e o empoderamento pessoal através do uso da energia e da frequência dos pensamentos. A terapia das Barras de Access é primeira e mais popular destas técnicas e propõe uma mudança de vida através da liberação de energias acumuladas no campo energético das pessoas - a maior parte delas atuando em nível inconsciente nas mais diversas áreas da vida.
22O que faz uma sessão de Barras?
As Barras liberam todas as considerações, pensamentos, sentimentos, emoções, decisões, julgamentos e crenças de qualquer vida, que são armazenados no inconsciente . Esta liberação ocorre quando as Barras são tocadas. O toque permite que o lixo armazenado seja liberado. Você passa a perceber a energia do Universo disponível para você e isso, muitas vezes, resulta em mais paz, facilidade, alegria e glória na vida. Vários médicos que são especialistas em biofeedback relataram mudanças nas ondas cerebrais, que passam de beta para theta no decorrer de uma sessão de uma hora.
23O que você pode esperar depois de receber uma sessão de Barras?
Cada sessão Barras é diferente. O pior que pode acontecer depois de uma sessão é você se sentir tão relaxado como se tivesse recebido uma grande massagem. O melhor que pode acontecer é que sua vida inteira pode mudar. Entre os efeitos mais comumente relatados estão: um aumento da sensação de paz e facilidade, mais relaxamento e sono profundo, percepção de que tudo o que estava perturbando antes da sessão não importa mais. Algum efeito a longo prazo? A maioria das pessoas que têm suas Barras corridas regularmente relatam que suas vidas tornam-se cada vez mais fáceis e melhores.
24O que a Neurociência diz sobre as Barras de Access ?
Os fundadores de Access Consciousness encomendaram um estudo junto ao neurocientista Ph.D, Dr. Jeffrey L. Fannin. Ele analisou e mapeou, através de eletroencefalogramas, o comportamento das ondas cerebrais antes e depois da aplicação das Barras de Access. “Quando vi os resultados, fiquei de queixo caído!”, diz Dr. Fannin, num vídeo do youtube, onde ele demonstra os resultados desta experiência, “Foi algo jamais visto em mais de 16 anos de carreira”, afirma. No estudo, inicialmente o cérebro mapeado mostra uma atividade normal intensa, com frequências altas do funcionamento da mente de uma pessoa – com as chamadas ondas deltas, registradas em vermelho. Logo após a sessão de Barras, os gráficos mostram uma evidente diminuição dessa atividade cerebral, em especial nas áreas de foco, concentração e atenção. O vídeo foi gravado na Conferência de Knock Secret, em San Diego, EUA e pode ser visto no link: bit.ly/video_neurociencia_barrasdeaccess (não se esqueça de habilitar a tradução automática de legendas para o Português). Para ver o vídeo sobre a aplicação das Barras de Access, acesse: bit.ly/vídeo_barrasdeaccess.
25Como as Barras de Access está relacionada à Física Quântica?
Com a mente funcionando em baixa frequência, após a aplicação das Barras de Access, é possível receber de forma mais livre as frequências do Campo Quântico do universo – algo bem parecido com o estado meditativo. “Estas informações entram pelo cérebro através da porta talâmica e todas as frequências se distribuem ali, convertendo-se em ressonância. E as células do corpo ressoam com essa mesma vibração. Ser capaz de fundir essa energia e uni-la, é absolutamente possível com este processo”, garante o Dr. Fannin. E ele ainda acrescenta: “A habilidade de aproveitar essa energia e começar a trabalhar com ela dentro de si não é uma mágica da ciência. Mas é a ciência ajudando a mostrar o que está acontecendo e como acontece o fluxo dessa energia dentro de um indivíduo”.
Quer mais detalhes ou outras informações? Use o espaço abaixo.