Abra os olhos. Chegou a hora de cuidar de você!
10 de fevereiro de 2017
Free stock photo by Freeimages.com
7 Motivos valiosos para você se conhecer melhor
7 de maio de 2018
Exibir tudo

Partiu metamorfose! – Oi? Como assim?

Motion Graphic Image - Videohive license

A metamorfose segundo os sábios!

Dizem os sábios que toda borboleta começa sua vida rastejando e apenas com muito esforço consegue cumprir sua missão. Um certo dia, instintivamente, a lagarta procura um lugar seguro para se fechar em seu casulo e passar pela metamorfose que irá mudar sua vida. Pode-se até ver um pequeno orifício, por onde o oxigênio entra mas a borboleta permanece lá dentro totalmente focada em sua transformação se alimentando de toda a reserva que acumulou enquanto rastejava. Por esta pequena fresta ela fica ali apenas observando e admirando as flores e o vôo das outras borboletas, fazendo planos. Porém, ela só sai de lá quando suas asas estão prontas e fortes para sustentar seu corpo. Ainda assim, quando rompe seu casulo, a borboleta espera pacientemente suas asas secarem para daí então alçar vôo.

Assim como borboletas, nós podemos permitir que a leveza, a sabedoria e a liberdade surjam em nossas vidas. Demanda esforço também. Mas é possível.

O cérebro, a mente – e a borboleta?

Sabemos que para nós, seres humanos, toda mudança pessoal começa na mente – que ocupa o cérebro. Na mente acontecem as atividades psíquicas conscientes e não conscientes como pensamentos, emoções, vontades e sentimentos. É no cérebro, então,  que a energia produzida por pensamentos gera emoções e desencadeia uma série de reações fisiológicas e comportamentais. Com nossos pensamentos, muito exercício e determinação transformamos padrões mentais e mudamos a forma como encaramos nossas vidas.

É assim: uma metamorfose após a outra.

E por isso a mente é tão valiosa.

Tudo começa com um sonho, uma meta. E para cada meta um plano.  É preciso saber armazenar energia suficiente, trabalhar duro e ao mesmo tempo aproveitar cada dia apreciando “o jardim”. Afinal, tudo faz parte do caminho e é essencial para se chegar à “próxima fase”.

“Partiu” metamorfose? Só que não!

Fato é que existe um obstáculo – de tamanho e força personalizados : o instinto de conservação.

Por incrível que pareça, muitas vezes somos tomadas pelo medo de sucumbir ou ficamos presas a uma zona de conforto e instintivamente evitamos o casulo, ou seja, evitamos olhar para dentro.

Portanto, a mudança só ocorrerá de fato se o desejo pela mudança for mais forte que este instinto.

Que tal se permitir a viver uma “transformação”?

Que tal descobrir tudo o que você pode fazer por você mesma?

Que tal desvendar seus mistérios, encontrar os seus recursos internos e sentir-se verdadeiramente livre para viver seus sonhos?

Partiu vida nova!!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *